MORRO DE SÃO PAULO

Localizada a 65 quilômetros ao Sul de Salvador, Morro de São Paulo está localizado na Ilha de Tinharé, juntamente com as ilhas de Boipeba e ilhas menores, que integram o arquipélago pertencente ao Município de Cairú, que é o único município arquipélago do Brasil. Paraíso tropical, abençoado por uma fantástica biodiversidade natural, permite a seus visitantes contato direto com inúmeras espécies de plantas e animais, tais como baleias Jubartes, micos, caranguejos, guaiamuns, pássaros, além de inúmeras espécies de peixes e corais.

Devido à sua exuberante beleza natural e sua atmosfera mágica, o Morro São Paulo tornou-se atualmente um dos principais pontos turísticos internacionais, encantando pessoas de todo o mundo com suas belas praias, passeios inesquecíveis, ótimas opções de lazer e muita diversão.

COMO CHEGAR

Existem três formas de acesso à Morro de São Paulo para quem chega por via aérea à Salvador:
– Táxi aéreo: Diretamente do aeroporto internacional de Salvador à Morro , com duração aproximada de 20min.

– Marítimo com catamarã ou lancha: Partindo do terminal hidroviário porto de Salvador em frente ao Mercado Modelo, com duração aproximada de 2:30hs.

– Translado semi-terrestre, com barco e terrestre: Partindo do terminal hidroviário, via Mar Grande.

– Atracadouro do Bom Jardim-Morro, este percurso é feito por lancha e tem a duração máxima de 20 minutos.

A Pousada Bahia Bacana oferece aos seus clientes conforto e comodidade,providenciando seus tickets para a opção desejada e lhe enviando por e-mail.

 

PRIMEIRA PRAIA

A Primeira Praia é a mais próxima da vila, nesta foram construídas as primeiras casas de veraneio. É a praia mais frequentada pelos moradores. Nela há algumas barracas onde é servida culinária típica baiana, e é na Primeira Praia de Morro de São Paulo também que está a maior tirolesa do Brasil, onde os turistas costumam aproveitar a aventura e curtir a paisagem do lugar.

SEGUNDA PRAIA

Talvez seja a praia mais famosa da ilha. Todos que passam pela ilha, ao menos uma vez acabam curtindo a noite da segunda praia. Famosa principalmente entre os mais jovens, estas festas seguem invariavelmente até o sol nascer. Além das festas, é na segunda praia onde se concentra o maior número bares e restaurantes e de todos os tipos. É também onde você encontra praticantes de esportes como o vôlei, futevôlei, futebol, frescobol, SUP e etc. É sem dúvida a praia mais agitada, onde todos frequentam para ver e serem vistos.

TERCEIRA PRAIA

Dobrando a esquina na Ilha da Saudade, você já está na terceira praia. Existe uma grande variedade de hotéis e pousadas, além de restaurantes. É nesta praia que encontramos a famosa Ilha do Caitá, uma ilhota rodeada por uma grande barreira de corais e com um único coqueiro ao centro. Por este motivo, é um dos pontos preferidos para o mergulho, onde você poderá ver peixes e corais de todas as formas e cores. Aqui na ilha se pode alugar todo o equipamento necessário para mergulho livre e autônomo, inclusive organizar saídas de barco.

QUARTA PRAIA

À primeira vista, a Quarta Praia parece não ter fim. Uma grande barreira de corais forma inúmeras piscinas naturais nesta praia. Aqui, com apenas uma máscara de mergulho, você se sentirá parte deste paraíso.

Lugar perfeito para descansar, ler ou tirar uma soneca debaixo de uma sombra. Isso se você resistir à tentação de ir adiante, caminhando, até onde a sua vista alcançar.

QUINTA PRAIA

A Quinta Praia fica situada a oito quilômetros da vila, e é a mais bem preservada da ilha. São dois quilômetros de areia fina e branca, águas transparentes e mornas onde encontramos manguezais e podemos ter contato com a Mata Atlântica. Uma imensa barreira de corais dá forma a várias piscinas naturais, onde podemos mergulhar e observar a vida marinha nesse paraíso ecológico que é a Quinta Praia ou também chamado de Praia do Encanto.

PRAIA DA GAMBOA

Andando 35 minutos a partir da praia da Ponta da Pedra, chega se ao povoado da Gamboa ou de barcos de madeiras saindo do porto de Morro de São Paulo.

A Gamboa do Morro de São Paulo é um vilarejo de pescadores, ainda pouco frequentada pelos turistas. Possui uma ótima infraestrutura para os visitantes. Há várias barracas a beira mar, onde é servida a culinária típica da região, em geral feita pelas famílias dos pescadores que sabem oferecer hospitalidade e agradar ao paladar dos turistas.